Arquidiocese

ANO PASTORAL
"Juntos no caminho de Páscoa"

[+info e Calendário]

 

Desejo subscrever a newsletter da Arquidiocese de Braga
DM - José Carlos Ferreira | 27 Jan 2023
Alunos foram à Sé de Braga para o “Cantar dos Reis”
As crianças do jardim de infância e os alunos do primeiro ciclo entoaram os seus cantares de boas festas mantendo viva a tradição.
PARTILHAR IMPRIMIR
  © DM

A Sé de Braga abriu ontem, dia 26 de janeiro, as suas portas às crianças das escolas EB da Sé, EB das Parretas e do Jardim de Infância da Quinta das Hortas para o tradicional Cantar dos Reis.

As crianças do jardim de infância e os alunos do primeiro ciclo entoaram os seus cantares de boas festas perante o Bispo Auxiliar de Braga, D. Delfim Gomes, o Deão da Sé, Cónego José Paulo Abreu, e a vereadora da Educação da Câmara de Braga, Carla Sepúlveda, e dos muitos pais que encheram a Catedral para ver e ouvir os seus filhos. 

O Deão da Sé de Braga, em declarações aos jornalistas, enalteceu esta iniciativa que acontece todos os anos. “Ficamos contentes que eles deem sequela a esta tradição. Quando pensamos em futuro, pensamos em construí-lo desde agora. E, ao olhar para estas crianças estamos a pensar no futuro e no que temos que construir a partir de agora”, disse. Dirigindo-se aos alunos, o sacerdote disse-lhes que eles vieram para cantar ao Menino que “não deixará de ser solidário com eles”. 

O Cónego José Paulo Abreu desejou que os alunos possam sentir a grande mensagem que o Menino trouxe ao mundo, ou seja, o entendimento entre todos, a paz o bem querer. “Que isto sejam sentimentos a povoar o coração deles, pois só assim estão em sintonia com este Menino a quem eles vieram cantar, salientou.

D. Delfim Gomes, esteve presente nesta iniciativa pela primeira vez desde que chegou à Arquidiocese, confessando que este momento o fez recuar aos tempos da sua infância, em que também seguia esta tradição, promovida sempre pela escola, pelas associações e pelas paróquias. “Não só cantávamos publicamente, como depois cantávamos de casa em casa, de instituição em instituição”, recordou. 

O prelado sublinhou ainda a importância da Sé de Braga abrir as suas portas a este Cantar dos Reis dos alunos. “É simbólico e tem um outro significado. Abrir as portas da Catedral, que é a Igreja Mãe, quer dizer abrir as Portas da Igreja na sua totalidade, como comunidade arquidiocesana. Tinha que ser forçosamente a Igreja a abrir as portas a esta tão bela tradição que tem toda uma simbologia, que é a mensagem cristã, que Cristo ressuscitou, Cristo encarnou e veio a cada um de nós”, salientou.

A vereadora da Educação da Câmara de Braga, Carla Sepúlveda, sublinhou por sua vez, a necessidade de se manterem estas tradições, uma tarefa que deve começar junto dos mais novos. “Estamos muito contentes com esta iniciativa com estas escolas que muito nos têm surpreendido nesta questão da tradição e da cultura”, disse.

Orgulhosa dos seus alunos estava a professora Ana Maria Silva que garantiu ser fácil trabalhar com estes alunos motivados que, para além de ensaiarem, também constroem as suas coroas.

PARTILHAR IMPRIMIR
Departamento Arquidiocesano para a Comunicação Social
Contactos
Director

P. Paulo Alexandre Terroso Silva

Morada

Rua de S. Domingos, 94 B
4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190