Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Arquidiocese de Braga
DACS | 4 Fev 2022
Papa alerta para indiferença perante o sofrimento
Francisco evocou as lições da pandemia e sublinhou que “ninguém se pode salvar sozinho”, sublinhando o papel das religiões na construção da paz e da solidariedade.
PARTILHAR IMPRIMIR
  © Vatican Media

O Papa Francisco alertou esta sexta-feira, Dia da Fraternidade Humana, para a “indiferença” perante o sofrimento alheio e para a necessidade de superar cenários de conflito.

No vídeo, o líder da Igreja Católica foi peremptório e afirmou que, “ou somos irmãos ou tudo se desmorona”, e que isso é visto na terceira guerra mundial aos bocados” que as pequenas guerras representam, em que os povos são destruídos, as crianças não têm o que comer, a educação cai”.

Francisco destacou que, nos últimos anos, cresceu a consciência da necessidade de “construir a fraternidade como barreira contra o ódio, a violência e a injustiça”, e apontou a fraternidade como “um dos valores fundamentais e universais que devem ser a base das relações entre os povos, para que aqueles que sofrem ou são desfavorecidos não se sintam excluídos e esquecidos, mas acolhidos, apoiados como parte da única família humana”. “Nós somos irmãos”, apontou.

Para o pontífice, “todos, partilhando sentimentos de fraternidade uns pelos outros, devemos promover uma cultura de paz, que encoraje o desenvolvimento sustentável, a tolerância, a inclusão, a compreensão mútua e a solidariedade”.

O Papa evocou as lições da pandemia e sublinhou que “ninguém se pode salvar sozinho”, sublinhando o papel das religiões na construção da paz e da solidariedade para dizer que todos “vivemos sob o mesmo céu e, em nome de Deus, nós, que somos suas criaturas, devemos reconhecer-nos como irmãos e irmãs”.

Francisco e o grande imã de Al-Azhar, Ahmad Al-Tayyeb, associaram-se ao Dia Internacional da Fraternidade Humana através do evento que o Vaticano e os Emirados Árabes Unidos promovem para na Expo Dubai, a ‘Mesa Redonda para a Fraternidade Humana e a Aliança Mundial para a Tolerância’.

Al-Tayyeb agradeceu aos que trabalham pela paz, apesar dos obstáculos da pandemia, e explicou que a celebração significa a procura de um mundo melhor, em que prevaleça o espírito de tolerância, fraternidade, solidariedade e colaboração”.

O líder da instituição sunita evocou as pessoas vulneráveis de hoje, “vítimas do materialismo moderno” e do “egoísmo excessivo”, assim como a “esperança de um mundo novo, livre de guerras e conflitos, onde os temerosos e os pobres sejam tranquilizados e apoiados, os vulneráveis protegidos e a justiça administrada”.

O Dia Internacional da Fraternidade Humana marca a assinatura, a 4 de Fevereiro de 2019, de um documento sobre a fraternidade pelo Papa e o grande imã de Al-Azhar, em Abu Dhabi.

PARTILHAR IMPRIMIR
Departamento Arquidiocesano para a Comunicação Social
Contactos
Director

P. Paulo Alexandre Terroso Silva

Morada

Rua de S. Domingos, 94 B
4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190