Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Arquidiocese de Braga
12 Jul 2021
Próximo dos Avós
Mensagem de D. Jorge Ortiga para o primeiro Dia Mundial dos Avós e dos Idosos.
PARTILHAR IMPRIMIR
 

Quando me sentei à mesa para escrever alguma coisa para o pri-meiro Dia Mundial dos Avós e dos Idosos, a celebrar no domingo mais próximo da festa de S. Joaquim e Santa Ana (26 de julho), avós de Jesus, pensei respigar algumas ideias da mensagem que o Santo Padre escreveu para este dia. Desisti. Não podia estragar quanto o Papa quer dizer aos avós e idosos do mundo inteiro. Faço minhas as palavras do Papa e ofereço-te a sua mensagem na íntegra.

1. Permite-me – desculpa usar a segunda pessoa mas é sinal de muita proximidade e amizade – que te ajude a ler o que o Papa escre-veu. Pode facilitar a compreensão. “Eu estou contigo todos os dias” (Mt 28, 20). Isto é uma promessa/certeza de que Cristo está com cada um sempre e em todas as ocasiões. Com Ele o Santo Padre, e eu também, afirma solenemente: “Toda a Igreja está solidária contigo, ou melhor, connosco, preocupa-se contigo, ama-te e não quer deixar-te abandonado.”

2. Para tornar visível esta presença, Ele envia-nos anjos: os netos, os familiares, os amigos de longa data ou aqueles que aparecem nos momentos difíceis. Mais ainda, ele quer falar connosco através da Palavra divina e devemos sentir a Sua presença lendo diariamente uma passagem do Evangelho.

3. Nesta gratidão a muitos que nos mostram a presença de Deus ao nosso lado, não podemos ignorar que Ele confia-nos uma vocação: “salvaguardar as raízes, transmitir a fé aos jovens e cuidar dos pequeninos”. Por vezes pensamos que o nosso tempo de agir na construção da história humana passou. Deus pensa de outra maneira. Continua a contar com cada um para transmitir a fé. As crianças e os jovens precisam da riqueza dos teus anos pois a tua sabedoria é um tesouro a valorizar, proteger e comunicar. O Papa Francisco, no Sínodo dos Jovens, em Outubro de 2018 citou um provérbio africano muito elucidativo: “Se na tua casa não há um ancião, compra-o, porque servir-te-á.”

4. Regressando à mensagem, o Santo Padre reafirma a importância dos idosos para a construção do mundo de amanhã através de três pilares: os sonhos, a memória e a oração. Continuar a sonhar os projetos de justiça, de paz, de solidariedade; fazer memória pois sem memória não se pode construir, sem alicerces nunca se constrói a casa; rezar sempre recordando o que o Papa Bento XVI escreveu: “a oração dos idosos pode proteger o mundo, ajudando-o talvez de modo mais incisivo do que a fadiga de tantos.”

5. Neste Primeiro Dia dos Avós e dos Idosos quero, particularmente, agradecer aos cuidadores informais, a todos os trabalhadores e direções de Lares e a quantos inventaram modos para tornar o vosso isolamento e solidão habitados pela oferta do essencial para viver, mas sobretudo pelo calor do afeto expresso em palavras e muitos gestos. Peço-lhes que não se cansem nem se habituem aos serviços que vos prestam. Sei que não são simples profissionais. São certeza do amor que te dedicamos.

Este Dia Mundial dos Avós e dos Idosos oferece-me, também, a oportunidade para, com muito carinho e ternura, te dizer que estou contigo todos os dias. Não esqueças. Sempre, mas sobretudo, nos dias de maior solidão e tristeza. É uma presença espiritual, pois rezarei por ti. Quero, também, que se torne sensível. Precisando, podes contactar-me (geral@arquidiocese-braga.pt ou 253203180). Acredita. Não quero que este Dia dos Avós e Idosos seja apenas um dia do ano. Estou para ti em todas as horas e momentos. Juntos saborearemos, na alegria, os dias que o Senhor nos conceder.

Fico unido em Cristo que te ama, muito mais que eu.

† Jorge Ortiga, Arcebispo Primaz

PARTILHAR IMPRIMIR
Departamento para a Comunicação Social
Contactos
Director

P. Paulo Alexandre Terroso Silva

Morada

Rua de S. Domingos, 94 B
4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190