Arquidiocese

Horários

Catequese Digital

[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Arquidiocese de Braga
Departamento Arquidiocesano de Comunicação Social | 28 Jun 2013
D. ANTÓNIO MOITEIRO NO "SER IGREJA"
O Bispo auxiliar D. António Moiteiro é o convidado desta noite do programa "Ser Igreja" da Rádio Sim. Para além de lançar o Dia Arquidiocesano da Família, o prelado comenta a atual situação das famílias em Portugal.
PARTILHAR IMPRIMIR
 

Para o Bispo auxiliar de Braga, D. António Moiteiro, a sociedade portuguesa está a caminhar «para o abismo das comunidades», nomeadamente no que diz respeito «ao lugar das gerações».

Em entrevista ao magazine semanal da Arquidiocese de Braga na rádio Sim, o prelado natural da Guarda lamentou-se pela quantidade de leis «que têm sido alteradas no que diz respeito à família», dando como exemplo a «pouco discutida» lei da coadoção.

Denunciando que a sociedade tem grupos minoritários «que querem impor o seu paradigma», o Bispo auxiliar bracarense questionou as consequências dos novos regimes legais para o futuro da família e da sociedade.

«Respeito as pessoas que querem viver formas de coabitação distintas daquelas que defende a Igreja, e aceito até algum reconhecimento legal, mas não podemos equiparar realidades que são distintas», acrescentou D. António Moiteiro, aos microfones do programa “Ser Igreja”, que é transmitido habitualmente às sextas-feiras, pelas 23h00.

Rejeitando uma visão pessimista sobre a realidade, o Bispo auxiliar de Braga reconheceu «que nem tudo está mal» e que é imperativo «dar a conhecer o que corre bem», para que sirva de exemplo «a uma maior número de famílias».

«Os estudos sociológicos atestam que é na família que as pessoas encontram a sua âncora», acrescentou, sublinhando a sua «importância» neste tempo de crise económica.

Pronunciando-se a propósito do Dia Arquidiocesano da Família, que se realiza amanhã no santuário de Nossa Senhora da Franqueira, em Barcelos, o prelado referiu que se trata de «um momento de celebração e avaliação do ano pastoral» da parte da pastoral familiar.

Segundo D. António Moiteiro, a pastoral familiar «é um conjunto amplo de dimensões», sublinhando que as suas competências não se limitam à «preparação para o matrimónio».

«Nas paróquias faz-se bastante trabalho com os pais das crianças da catequese», recordou, referindo que a catequese «tem sido oportunidade para muitos pais retomarem a vivência da sua fé».

Recorde-se que o Dia Arquidiocesano da Família é uma iniciativa para a qual estão convocadas todas as famílias da Arquidiocese, cuja participação não exige inscrição prévia.

O programa do dia inicia-se pelas 09h30, com acolhimento e animação, decorrendo depois um painel sobre o Ano da Fé.

Pelas 11h30 vai decorrer o momento central do Dia Arquidiocesano da Família, com a eucaristia campal, que vai contar precisamente com a presidência de D. António Moiteiro.

Segue-se o almoço, que decorre em formato de piquenique, encerrando-se a programação com a animação musical por vários grupos de romeiros a Nossa Senhora da Franqueira.

 
PARTILHAR IMPRIMIR
Departamento para a Comunicação Social
Contactos
Director

P. Paulo Alexandre Terroso Silva

Morada

Rua de S. Domingos, 94 B
4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190