Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter de Revista de Imprensa Internacional
Loup Besmond de Senneville para LaCroix International | 17 Nov 2022
Papa publicará carta apostólica sobre São Francisco de Sales
O Papa Francisco marcará o 400º aniversário da morte do "santo cavalheiro" de Savoy com uma nova carta planeada para o final do ano.
PARTILHAR IMPRIMIR
  © Vatican

O Papa Francisco está se preparando para destacar outra figura cristã notável na história, digna de imitação. Segundo La Croix, em 28 de dezembro o Papa lançará uma carta apostólica sobre São Francisco de Sales (1567-1622), um bispo e escritor espiritual que muitos chamam de "o cavalheiro santo".

O novo documento papal celebrará o 400º aniversário da morte do santo. Natural de Savoy, onde viveu grande parte de sua vida, Francisco de Sales foi nomeado bispo de Genebra (Suíça), mas foi forçado a viver exilado na vizinha Annecy por causa da ascensão do protestantismo na cidade suíça. Tornou-se uma figura importante no Renascimento Católico ou Contra-Reforma, pregando incansavelmente sobre o abandono a Deus.

Francisco de Sales tornou-se sacerdote em 1593 e opôs-se à violência durante toda a sua vida, preferindo apelar à caridade e ao testemunho. Ele foi proibido de falar depois de tentar convencer os calvinistas a retornar à Igreja Romana. Então ele decidiu imprimir e distribuir seus sermões para o povo de Thonon, uma pequena cidade à beira do lago de Genebra. Isso lhe valeria o título de "Padroeiro dos Jornalistas" em 1923.

A "doçura" de São Francisco de Sales

Francisco de Sales fundou a Ordem da Visitação em 1610 como um lugar para viúvas, doentes ou idosas que desejavam abraçar a vida religiosa. Foi canonizado em 1665 e proclamado Doutor da Igreja em 1877.

Pode ser uma surpresa que o Papa jesuíta tenha decidido escrever uma nova carta apostólica sobre Francisco de Sales, já que, até agora, ele falou relativamente pouco sobre o santo francês. No entanto, o Papa fez uma alusão a ele em uma mensagem para o Dia Mundial da Paz de 2019. A paz "é interior e comunitária", disse o papa. "Nas palavras de São Francisco de Sales, mostrar 'um pouco de doçura consigo mesmo' para oferecer 'um pouco de doçura aos outros'", acrescentou. O tema e título dessa mensagem foi “A boa política está ao serviço da paz”, palavras que voltariam a ressoar num contexto de guerra entre a Ucrânia e a Rússia.

Um “modelo de mansidão”

Em 2018, durante a audiência geral de 24 de janeiro, que coincidiu com a festa litúrgica de São Francisco de Sales – o Papa também exortou os jovens a tomarem o santo como “modelo de mansidão” e pediu aos enfermos que encontrem nele um “alívio para oferecer seu sofrimento por a unidade da Igreja de Cristo". Além disso, o Papa convidou os jovens casais a ver em Francisco de Sales "um exemplo para reconhecer na vida familiar a primazia de Deus e seu amor". "A perturbação de todas as coisas", encíclica de 1923, comemorou o 300º aniversário da morte de São Francisco de Sales e o proclamou "Padroeiro dos Jornalistas, Editores e Escritores".

Moderação e caridade

"É Nosso desejo que os maiores frutos devem ser obtidos deste solene centenário por aqueles católicos que, como jornalistas e escritores, expõem, difundem e defendem as doutrinas da Igreja”, disse o falecido papa.

"É necessário que eles, em seus escritos, imitem e exibam em todos os momentos aquela força unida sempre à moderação e à caridade, que era a característica especial de São Francisco", escreveu Pio XI, cumprindo a promessa que seu predecessor Bento XV havia feito alguns anos antes de publicar uma encíclica.

 

Este texto foi publicado por LaCroix International em 16 de novembro 2022.

PARTILHAR IMPRIMIR
Revista de Imprensa Internacional
Contactos
Morada

Rua de S. Domingos, 94 B 4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190

Quer dar uma ideia à Arquidiocese de Braga com o objectivo de melhorar a sua comunidade?

Clique Aqui

Quer dar uma sugestão, reportar um erro ou contribuir para a melhoria deste site?

Clique Aqui