Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter de Revista de Imprensa Internacional
DACS com Vatican News | 27 Set 2022
Arcebispo Gallagher à AIEA: “Um mundo sem armas nucleares é possível”
Participando da 66ª sessão da Agência Internacional de Energia Atómica, o arcebispo Paul Richard Gallagher discursou contra o uso de armas nucleares, enquanto agradeceu à AIEA pelo seu trabalho na luta contra o cancro e na melhoria de outros aspectos da vida.
PARTILHAR IMPRIMIR
  © DR

Discursando na 66ª Conferência Geral da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA), o Arcebispo Paul Richard Gallagher, Secretário para as Relações com os Estados, começou por transmitir os melhores votos e cordiais saudações do Papa Francisco.

O arcebispo Gallagher expressou o apreço da Santa Sé ao Director Geral pelos seus “esforços incansáveis ​​para ajudar a garantir a segurança das instalações nucleares na Ucrânia e evitar o que o Papa Francisco recentemente chamou de «desastre nuclear»”.

Observou que “no meio dos terríveis conflitos e inquietações testemunhados em muitas partes do mundo, e diante da escalada contínua da guerra na Ucrânia, com palavras e acções que correm o risco de deixar menos espaço para soluções diplomáticas, nunca se deve abandonar a procura do diálogo”.

O arcebispo Gallagher explicou que o diálogo pode nutrir o pensamento crítico, racional e objectivo e que nos ajuda a “combater falsos preconceitos”.

Este é um momento muito incerto, em que a ameaça das armas nucleares voltou a assombrar-nos, disse o Secretário.

 

Um mundo sem armas nucleares é possível

“A Santa Sé não tem dúvidas de que um mundo livre de armas nucleares é necessário e possível”, continuou o arcebispo Gallagher.

Adiantou que a Santa Sé assinou e ratificou o Tratado sobre a Proibição de Armas Nucleares “com o objectivo de ir além da dissuasão nuclear para um mundo totalmente livre de armas nucleares, afirmando que as armas nucleares são armas de destruição em massa e ambiental”.

No entanto, há “um progresso muito lento na agenda do desarmamento”, lamentou o arcebispo Gallagher, e com isso em mente, apesar de podermos “ser tentados a perder a esperança”, não devemos ser dissuadidos por retrocessos.

"Devemos avançar com perseverança e determinação nos nossos esforços comuns para alcançar a eliminação das armas nucleares. Devemos fazer todos os esforços para evitar o desmantelamento da arquitectura internacional do controlo de armas, especialmente no campo das armas de destruição em massa”, destacou.

 

Ajuda da AIEA

O arcebispo sublinhou que as consequências das emergências climáticas e da COVID tiveram consequências ambientais, éticas, sociais, económicas e políticas e “causaram grande sofrimento aos mais pobres e vulneráveis”.

Tendo isso em mente, continuou, “a Santa Sé favorece um modelo de desenvolvimento e sustentabilidade baseado na fraternidade e na aliança entre o ser humano e o meio ambiente”.

A AIEA, disse o arcebispo Gallagher, ajuda os países em desenvolvimento a usar a tecnologia nuclear para tratar o cancro, cultivar mais alimentos e gerir os escassos suprimentos de água e, portanto, “desempenha um papel único na promoção do desenvolvimento integral, aprimorando a nossa administração da criação de Deus”.

Ao mesmo tempo, continuou, “a Santa Sé também saúda o apoio da AIEA aos países no uso da ciência e tecnologia nuclear para monitorizar a poluição ambiental”.

E, encerrando seu discurso, acrescentou que “a Santa Sé aprecia particularmente o trabalho da Agência para permitir que os países de baixo e médio rendimento desenvolvam estratégias abrangentes de controlo do cancro e garantam que, com o tempo, todos os pacientes tenham acesso à radioterapia e à medicina nuclear”.

Em conclusão, disse o arcebispo Gallagher, a Santa Sé reitera a sua “sincera gratidão e afirma o seu apoio inabalável às muitas contribuições da AIEA para a não proliferação e desarmamento nuclear, bem como para o uso seguro e pacífico da tecnologia nuclear”.

Artigo de Francesca Merlo, publicado no Vatican News a 26 de Setembro de 2022.

PARTILHAR IMPRIMIR
Revista de Imprensa Internacional
Contactos
Morada

Rua de S. Domingos, 94 B 4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190

Quer dar uma ideia à Arquidiocese de Braga com o objectivo de melhorar a sua comunidade?

Clique Aqui

Quer dar uma sugestão, reportar um erro ou contribuir para a melhoria deste site?

Clique Aqui