Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter de Revista de Imprensa Internacional
dacs com la croix international | 27 Jul 2022
Bispos católicos oferecem orientação sobre a nova constituição do Chile
Os chilenos irão votar a 4 de Setembro se rejeitam ou adoptam uma nova constituição progressista.
PARTILHAR IMPRIMIR
  © DR

Os bispos católicos do Chile querem que o projecto da nova constituição do país seja revisto à luz da Doutrina Social da Igreja.

A constituição “é uma proposta que nos faz enfrentar o nosso futuro, com o desafio de discernir se o texto dado nos oferece ou não um quadro social e jurídico adequado, para construir a paz, a solidariedade e a justiça no nosso país", disseram os bispos chilenos que se reuniram de 18 a 22 de Julho.

Deve “permitir que as exigências dos cidadãos, especialmente os mais vulneráveis, sejam canalizadas", disseram.

O Chile realizou um referendo em Outubro de 2020, que resultou a favor da realização de uma reforma constitucional, aprovada por quase oito em cada dez votos, na qual participaram cerca de 78% dos eleitores elegíveis.

Foram então realizadas eleições para escolher os constituintes para reescrever e substituir a constituição que foi redigida em 1980 sob o presidente Augusto Pinochet, e que os críticos culparam pelas desigualdades socioeconómicas de longa data na nação sul-americana.

Agora, o novo texto foi submetido ao presidente Gabriel Boric, que convocou um referendo a 4 de Setembro para aprovar ou rejeitar a constituição, tornando obrigatória a votação no país profundamente polarizado de 19 milhões de pessoas.

A nova constituição inclui factores sociais e ecológicos, um novo sistema nacional de saúde e consagra os direitos dos povos indígenas do Chile.

Os bispos católicos pedem “discernimento informado e voto em consciência, sempre colocando o bem comum do país em primeiro lugar”, já que os recentes debates públicos não revelam um amplo consenso sobre a proposta de constituição.

 

“Um futuro em que todos encontrem um lugar na casa comum”

Não se trata de propor soluções técnicas, mas de unir a família humana na busca de um desenvolvimento sustentável e integral, segundo a Doutrina Social da Igreja, que se baseia em princípios e valores essenciais, afirmaram os bispos católicos no seu documento.

“O primeiro desses princípios é a dignidade da pessoa humana, seguido de outros como o bem comum, a subsidiariedade e a solidariedade, além de outros princípios e valores derivados como a verdade, a liberdade, a justiça, a paz e a caridade”, disseram.

“Agradecemos o texto constitucional na sua proposta sobre direitos sociais, meio ambiente e reconhecimento dos povos indígenas”, afirmaram.

No entanto, os bispos têm várias objecções.

“Fazemos uma avaliação negativa das normas que permitem a interrupção da gravidez, aquelas que deixam em aberto a possibilidade de eutanásia, aquelas que desfiguram o conceito de família, aquelas que... impõem algumas limitações ao direito à educação e à liberdade religiosa. Consideramos particularmente grave a introdução do aborto, que o texto da proposta constitucional chama de «direito à interrupção voluntária da gravidez»”.

Sublinharam que é importante que “haja um debate não apenas sobre um texto e as melhores regras, mas sobre como continuamos a procurar um desenvolvimento cada vez mais humano e abrangente para todos”.

Os bispos disseram que é essencial crescer no diálogo e na amizade social, forjando uma cultura de encontro.

“A democracia, as suas diversas instituições e organizações políticas e sociais, será sempre a melhor forma de enfrentar as nossas legítimas diferenças, mas devemos fazer um esforço ainda maior para torná-la uma democracia animada pelo dinamismo do encontro e do diálogo, e baseada no sagrado respeito pela dignidade humana... para nos projectar num futuro em que todos encontrem um lugar na casa comum”, concluíram.

 

Artigo do La Croix International, publicado a 26 de Julho de 2022.

PARTILHAR IMPRIMIR
Palavras-Chave:
Chile  •  Constituição  •  Igreja  •  Bispos
Revista de Imprensa Internacional
Contactos
Morada

Rua de S. Domingos, 94 B 4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190

Quer dar uma ideia à Arquidiocese de Braga com o objectivo de melhorar a sua comunidade?

Clique Aqui

Quer dar uma sugestão, reportar um erro ou contribuir para a melhoria deste site?

Clique Aqui