Horário do Cartório

Segunda das 10h às 12h;

Sexta das 16h às 17.45h.
 

Boletim Paroquial
Boletim 369 - II Domingo da Quaresma - Ano A - 08-03-2020
Crónica para o Domingo da Solenidade de Cristo Rei - Ano C - 20 de novembro de 2022

 

 

Solenidade Cristo Rei do Universo

Ano C

«Pedir…»

 

Cristo que és o meu Rei…
Hoje, não Te peço por pedir…
Peço-Te para que a Juventude Te anseie.
Peço-Te para que o espírito da Humanidade se mantenha jovem.
Peço-Te para conseguir acompanhar a evolução dos tempos, ao serviço de cada Batizado.
Peço-Te que sejas a Voz de Perdão que comanda os pés de quem sofre com a maldade humana.
Peço-Te que abram portas de par em par para Te acolher e para Te amar, infinitamente.
Peço-Te que a Esperança acenda a Fé, que vagueia na Alma.
Peço-Te que Te encontrem, urgentemente.
Peço-Te que vejam a Tua Luz!

No Domingo em que celebramos o encerramento do ano Litúrgico C,
onde nos despedimos do Evangelista da Misericórdia, das Parábolas,
peço a intercessão de S. Lucas para nos refrescar o rosto com o belo diálogo entre Jesus e Dimas.

Hoje, que cada um de nós seja Dimas…
Capaz de pedir a Jesus o Seu infinito olhar… A Sua Misericórdia!
Capaz de reconhecer no Homem Crucificado e Humilhado por todos, O Salvador da Humanidade inteira.
Aquele que é o Messias de Deus, o Eleito… Mas que vem e se faz homem, como eu e como tu.

É tempo de pedir…

Nesta oração de petição coloquemos o “Temor a Deus“ num patamar superior:
No “Ter Amor” a Deus, Pai e criador.
Assim, viveremos plenamente ao sabor do vento e da liberdade divina,
que a juventude tanto procura neste mundo de terra árida,
onde O Cristo plantou a Sua Palavra de Salvação.
Ainda hoje, poderemos colher os frutos dessa semente…
O fruto mais abundante será o Amor!

Onde há amor nascem gestos e aí habita [e habitará para todo o sempre] Deus.

Tu que és jovem [em Espírito e verdade]… Vem procurá-Lo!
Peço-te!

Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Paróquia Nossa Senhora da Lapa
12 Jan 2016
História da Paróquia da Lapa
História da Paróquia da Lapa
PARTILHAR IMPRIMIR
 

Paróquia nova, criada por Provisão Canônica de 1935, desmembrada da paróquia da Matriz. Até 1949, ficou anexa à de S. José de Ribamar, criada no mesmo ato, tendo nessa data adquirido a total independência.

Serviu de sede à paróquia, a antiga Capela de Nossa Senhora da Lapa, fundação do séc. XVIII, onde estava sediada a Real Confraria de Nossa Senhora da Assunção, que além do culto assistia à classe piscatória, a maior parte residente na área da paróquia.

A maior festa da paróquia realiza-se em 15 de Agosto, dia litúrgico da Assunção de Nossa Senhora. Atrai forasteiros de todo o Norte do país e é, em boa parte, do encargo da Confraria que tem o seu maior rendimento na "rede da Senhora", existente em grande parte da frota pesqueira da Póvoa.

O templo tem recebido, através dos tempos, inúmeros melhoramentos, destacando-se os painéis de azulejo da Capela-Mor, desenhados pelo artista italiano Silvester Silvestri.

Na área da paróquia, situa-se a Fortaleza de Nossa Senhora da Conceição (séc. XVIII) com uma pequena Capela dedicada à Padroeira de Portugal e da Póvoa de Varzim. Nesta Capela foi instruída, pela 1ª vez, a devoção ao Sagrado Coração de Jesus.

PARTILHAR IMPRIMIR
Paróquia de Nossa Senhora da Lapa
Casa Paroquial
Morada

Rua padre Manuel Marques Silva, s/n
4490-582 Póvoa de Varzim

TEL

252624200

FAX

252620975

Cartório Paroquial

Cartório Paroquial - Horários

Segunda das 10h às 12h;

Sexta das 16h às 17.45h.

Confissões

Confissões

Visitas aos Doentes

Visitas aos Doentes 

 

Párocos