Horário do Cartório

Segunda das 10h às 12h;

Sexta das 16h às 17.45h.
 

Boletim Paroquial
Boletim 369 - II Domingo da Quaresma - Ano A - 08-03-2020
Crónica para XXXIII Domingo do Tempo Comum - Ano B - 14 de Novembro de 2021

 

 

Crónica para XXXIII Tempo Comum

Ano B

«Reunir…»

“A reunião!”

Como temos vivido cada segundo do nosso dia-a-dia?
Quem somos? O que fazemos? O que dizemos?
Como queremos atingir os nossos objectivos? Que projectos traçamos?

Sonhamos! Sorrimos! Temos ambições que são verdadeiras aspirações:
Ser eleito! Ser um dos escolhidos! Ser Feliz!
MAS… Estaremos preparados para a reunião que Cristo quer fazer com cada um de nós?

«Guardai-me, Senhor, porque esperei em Vós.»
Que eu seja para os meus amigos um sinal de Esperança!
Que eu caminhe ao encontro de quem pratica a iniquidade, para levar a Tua Luz, Cristo Jesus!
Que eu semeie pelo mundo um rasto de estrelas, para todos os que anseiam viver na Justiça e na Fraternidade da Tua Igreja.

Hoje, o 33º domingo do Tempo Comum, do Ano B, assusta-nos com a sua força!
Jesus apresenta um conjunto de sinais terrenos que antecipam o Amoroso encontro com o Pai:
«Naqueles dias, depois de uma grande aflição, o sol escurecerá e a lua não dará a sua claridade;
as estrelas cairão do céu e as forças que há nos céus serão abaladas.»

Porque tememos?
Sentimos que este dia está próximo…
Então, o coração bate com mais força e a vida passa à nossa frente, rapidamente…
Como acontece nos filmes, quando alguém está para morrer!

Ser Escolhido… Eleito por Deus, é um problema que queremos resolvido na nossa vida?
Queremos muito, mesmo muito que Deus nos ame!
Então… Porque será que só nos provoca aquelas borboletas no estômago,
quando uma doença nos bate à porta;
quando o dinheiro falta na carteira;
quando ficamos desempregados;
quando sofremos um acidente;
quando o que planeamos não é concretizado;
quando perdemos alguém que amamos muito;
quando o mal nos faz ficar mal?

É urgente pensar com Amor no plano que Deus tem para cada um de nós, a cada dia!
O Seu Amor fará de cada um de nós, Seres Humanos felizes.
Sentiremos as borboletas sempre, porque a cada segundo estaremos a edificar o bem.
E mesmo que o mundo desabe, uma esperança alimenta a nossa Fé:
«Quanto a esse dia e a essa hora, ninguém os conhece:
nem os Anjos do Céu, nem o Filho; só o Pai».

Confiemos em Deus! Se o nosso coração se unir ao do Pai… seremos TODOS os Seus eleitos!
O desafio da Igreja é esse: Salvar todos! Mãos à obra!

Faz o filme da tua vida ao som do guião do Pai!
Deus é o único argumentista que te dá aquele final feliz!

Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Paróquia Nossa Senhora da Lapa
Liliana Dinis | Póvoa de Varzim| 24 Out 2021
Crónica para o XXX Domingo do Tempo Comum - Ano B - 24 de Outubro de 2021
O plano de salvação que o Senhor traçou para a humanidade, é um sonho que não tem condição para se tornar realidade.
PARTILHAR IMPRIMIR
 

Link

 

XXX TEMPO COMUM

Ano B

«Um Cego…»

“Tirar a capa!”

Escondemos quem realmente somos.
É mais confortável viver ao sabor desta geração, do que enfrentá-la.
O plano de salvação que o Senhor traçou para a humanidade, é um sonho que não tem condição para se tornar realidade.
Fechamos os olhos e proferimos palavras que magoam…
Fechamos os olhos e permitimos que os pensamentos sejam maus…
Fechamos os olhos e as nossas atitudes são punhais que torturam…
Fechamos os olhos e sem nada fazermos, matamos…

Mestre, que eu veja…
Abre os meus olhos à salvação divina.
Bom Jesus, Tu que és O Primogénito,
Aquele que deu a Vida por cada um de nós, faz-nos ver as maravilhas que o Pai nos delega.
Cristo Salvador, terno Sacerdote Eterno, que sentiste a fraqueza humana, ilumina-nos com a Tua piedade.

Hoje, a liturgia do 30º Domingo do Tempo Comum, do Ano B, abandona-nos às portas da cidade de Jericó.
A multidão passa e a solidão apodera-se do nosso peito.
Temos lágrimas nos olhos.
Carregamos no olhar o medo dos sacrifícios que temos de sofrer para expiar os pecados.
Falta-nos a força para gritarmos pelo Nazareno:
«Filho de David, tem piedade de mim».

A Piedade de Deus é infinita.
O Pai dá ao Seu Filho, Jesus, a honra de ser O sacerdote dos Sacerdotes.
Depois de tamanha vitória sobre a morte, o que temos a temer?

A nossa própria inércia perante sacrifícios e holocaustos que matam a vida dos humildes…
Como andamos cegos perante o mal que nos rodeia.
Sentimo-nos seguros debaixo de uma capa, não queremos ser vistos e tapamos os ouvidos quando chamam o nosso nome.
É peremptório aprendermos a reagir como o Cego Bartimeu ao chamado de Jesus:
«O cego atirou fora a capa, deu um salto e foi ter com Jesus.»

Neste dia consagrado às Missões, façamos como Bartimeu:
Não desistir perante a injustiça. Não calar perante as repreensões.
E à questão que Jesus lança: «Que queres que Eu te faça?».
Responder, alegremente: “Fazer a vontade do Pai!”

Ser Missão é levar esta força do Evangelho até aos quatro cantos da Terra.
Tem Fé! Ela salvar-te-á dos teus medos mais remotos.
Verás que voltarás com molhos abundantes de espigas.
As maravilhas de Deus jamais abandonarão o Seu povo.

Agora Vai! Salta de Alegria e…
parte em Missão, porque a tua Fé te salvará, hoje e para todo o sempre…

 

 

 

PARTILHAR IMPRIMIR
Documentos para Download
Paróquia de Nossa Senhora da Lapa
Casa Paroquial
Morada

Rua padre Manuel Marques Silva, s/n
4490-582 Póvoa de Varzim

TEL

252624200

FAX

252620975

Cartório Paroquial

Cartório Paroquial - Horários

Segunda das 10h às 12h;

Sexta das 16h às 17.45h.

Confissões

Confissões

Visitas aos Doentes

Visitas aos Doentes 

 

Párocos